UOL

Exclusivas

Carol Fiorentino deixa a timidez de lado no comando do Bake Off

De jurada a apresentadora, ela avalia as expectativas para o comando da nova temporada do Bake Off Brasil, no SBT, e reforça a importância da família na sua formação

por Daniel Lopes

Acada pose para as lentes da CONTIGO!, Carol Fiorentino, 35 anos, soltava uma risada de constrangimento. “Acho muito estranho isso de posar para parecer espontânea dentro da minha própria casa”, desabafa a chef especialista em confeitaria e nova apresentadora do Bake Off Brasil: Mão na Massa, no SBT, depois de duas temporadas sendo jurada do programa. “Eu achei que ia ser mais difícil, mas estou adorando. Logo quando me chamaram, fiquei assustada. Será que ia conseguir? Eu não sou uma pessoa que teve sempre o sonho de estar na TV. Sempre fui muito tímida, tinha vergonha até de cantar parabéns”, revela. “No primeiro dia, estava nervosa, mas vi que não era um bicho de sete cabeças”, admite. “Minha rotina não existe mais, vida social desapareceu”, brinca ela, que dividirá a tela com Fabrizio Fasano Jr, 55, um amigo por mais de duas décadas, e Beca Milano, 29, seus companheiros e jurados no programa.
Grande ajuda também foi ter a irmã, Isabella Fiorentino, 40, apresentadora do Esquadrão da Moda desde 2009, do seu lado. “A Bella me ajuda muito. Ela sempre me dá alguns toques. Nossa família é muito próxima e unida”, comemora. 


Segredos de família
Caçula de seis irmãos, Carol sabe a importância de contar com toda a família para encarar qualquer problema. “É bom ter família grande e unida porque você pode contar com todo mundo. Todo mundo fala que eu não divido meus problemas com amigos, mas eu levo tudo para a minha família” explica ela, que, mesmo solteira, sonha com uma família só sua, mas não tão grande. A presença familiar também foi crucial para a escolha da profissão. “Minha mãe nunca teve babás ou mil empregadas. Se importou muito com alimentação consciente. Sempre preparou seu alimento. Nunca era um evento ir pra cozinha, era natural. A família inteira cozinha, é algo que estava em mim. Como eu nunca fui de estudar, corri pra cozinha. Muita teoria me faz perder a atenção. Cozinha é isso: fazer e aprender. Se deu errado, você tenta de novo até dar certo. Este aprender na prática é o que me fascina”, explica.


De olho no futuro
Além do Bake Off, que estreou sua terceira temporada no sábado (12), Carol divide seu tempo com seu canal no YouTube e se planeja para o futuro. “Escolhemos fazer um canal que fizesse as pessoas se aproximarem da cozinha. Não queria ensinar receitas mirabolantes que as pessoas não pudessem replicar. Queria a cozinha fácil, de casa, sem pensar”, explica. Até o final deste ano, um livro de confeitaria está para ser lançado e, em 2018, virá o Bake Off Junior, só com chefs infantis. “Sempre vou para a cozinha com os meus sobrinhos. Quero também ter um livro de culinária infantil em HQ. Vou tirar de letra cozinhar com crianças!”, festeja.

12/08/2017 - 21:00

Mais Notícias de Exclusivas

Notícias em Destaque

Útimas Notícias