UOL

Exclusivas

Infância perdida? Não para Luiz Felipe Mello, o Valentim de Os Dias Eram Assim!

Aos 11 anos, e cheio de disposição, ele mostra versatilidade como ator, músico, cantor e dublador

Por Ligia Andrade

Jogar videogame, brincar de bola ou de pique com os amigos são brincadeiras típicas de criança das quais Luiz Felipe Mello, 11 anos, não abre mão. Mesmo no ar como Valentim, filho de Renato (Renato Góes), 30, e Rimena (Maria Casadevall), 29, em Os Dias Eram Assim (Globo), ele reserva tempo para curtir cada fase. “Infância é uma coisa que não vou ter duas vezes, tenho de aproveitar”, justifica. No sétimo ano no colégio, tem uma rotina puxada, porém flexível. Segunda-feira, por exemplo, é dia de catequese. Na terça, curso de interpretação. “Quarta, quinta e sexta tenho explicador. Sábado, tenho ensaio da peça Era Pra Ser Uma Vez e ainda faço aulas de inglês.” Na escola, gosta de estudar História e Matemática. Não é o melhor aluno, mas, no entanto, garante que se esforça. E não é o centro das atenções, viu? Essa fase já passou. A primeira novela que fez foi Salve Jorge (Globo), em 2013. “Na hora do lanche, todo mundo falava: ‘Olha o garotinho da novela... Vamos tirar foto”. Foi melhorando, acostumaram”, recorda ele, que já teve de trocar o chip do celular por começar a receber mensagens de fãs. 


Luiz Felipe joga com o amigo Bernardo de Luca, sob o olhar atento do irmão

SOLTANDO A VOZ
Logo depois de Salve Jorge, Luiz Felipe foi para Record, onde fez Os Dez Mandamentos (2015), entre outras produções. No mesmo ano, pisou pela primeira vez no palco, em Nine. “Sempre gostei de ver TV e comecei a pedir para ser ator. Minha avó explicou que precisava fazer curso, me preparar e quis fazer.” 

Soltar a voz foi uma surpresa. Fã de Tim Maia (1942–1998), costumava cantarolar no chuveiro até passar no teste e encarar a plateia de frente. “Estavam precisando de um ator com a voz bem alegre e aguda. Passei direto”, orgulha-se. A participação rendeu frutos e logo pintou convite para dublagem – sua voz está em O Rei Leão e Trolls. “Dublar não é só falar o texto, é ver se o boneco está feliz, rindo. Ainda tem a minutagem. Não sou de chorar, mas consigo fazê-lo muito triste.”


Com o irmão caçula, Leandro, de 3 anos, a quem chama carinhosamente de "gorducho"


Morando com a avó Rosana Barros, 49, em uma ampla casa em Irajá, na zona norte do Rio de Janeiro, Luiz Felipe sonha em estudar fora do país – elegeu Portugal ou Estados Unidos como seus destinos favoritos –, mas sem abandonar suas raízes. “Não deixo isso aqui. Sempre quis ser cardiologista porque operei o coração e fiquei com vontade de aprender. Mas por que não fazer uma faculdade de Cinema? Tenho tempo para pensar”, destaca ele, que aos 4 meses de idade corrigiu um defeito do septo atrioventricular. “Já sabia que tinha sido operado (mostrando a cicatriz), só não sabia o que era. Perguntei à minha avó.” A mãe de Luiz Felipe trabalha em uma multinacional e mora no mesmo bairro. Como é o avô quem anda com ele para todos os lados, acharam mais fácil criar essa estrutura. “Ela me dá bronca e a minha mãe é firme com horários”, confidencia o ator mirim, que tem um irmão caçula, Leandro, 3. “Sou bem implicante, pego no pé, mas ele é meu bebê, gorducho, o amo. Sou conhecido como mágico, porque sei fazê-lo parar de chorar.”


Luiz Felipe com Chico. Ele é apaixonado por gatos, tem 18 em sua casa

APRENDIZADOS
Depois de participar do filme Os Saltimbancos Trapalhões: Rumo a Hollywood (2017), Luiz Felipe estará em Aos Teus Olhos, previsto para estrear no final do ano. Foi no set que conheceu Daniel de Oliveira, 40, também do elenco de Os Dias Eram Assim. E a relação com Renato Góes e Maria Casadevall, seus pais de mentirinha, não poderia ser melhor. “Criamos uma relação bem amorosa. Peço ajuda, batemos o texto”, entrega ele, que também participou do Super Chefinhos, do Mais Você, onde mostrou seus dotes culinários. “Foi um das participações mais divertidas que fiz, aprendi muito.” Luiz Felipe é curioso, fica atento ao preparo dos pratos. “Pergunto como se faz o arroz, o feijão, o frango... Adoro bife à milanesa, frango com purê e estrogonofe. O que mais gosto da comida da minha bisa é angu. É o melhor! Sou cheio de frescura”, diverte-se ele, que não gosta muito de comer na rua. 

Multitalentoso, também toca flauta doce e está aprendendo a dedilhar os primeiros acordes no violão. O salário que ganha desde o início da carreira está em uma poupança, guardadinho. “Nem sabia que recebia. Minha mãe e minha avó me explicaram que não poderia sair gastando. Compro aos poucos. Quero um carro e uma casa fora do país.” Enquanto esse dia não chega, Luiz Felipe está mesmo é aguardando as férias escolares. Quer passear e brincar muito com os amigos. “Bernardo, meu amigo, quer ser bombeiro. Estamos planejando visitar um quartel”, finaliza. 


Durante a semana, o ator faz várias atividades. Adora tocar flauta doce e violão
29/07/2017 - 18:00

Sugestões Especiais

Mais Notícias de Exclusivas

Notícias em Destaque

Útimas Notícias